Cruzamentos

Nós temos o que você precisa: 

 

Os Santa Gertrudis são rústicos, versáteis e resistentes ao ataque de ectoparasitas. Bem adaptados às condições brasileiras, apresentam tamanho que atende às exigências do frigorífico, carcaça e padronização do rebanho. 

 

Bezerros - Nascem com um peso médio de 37 kg e são desmamados aos sete meses com 240 kg, o que comprova a excelente capacidade leiteira da raça. Precoces, fortes e ativos, apresentam um ganho de peso médio acima de 1 kg por dia, demonstrando alta capacidade de engorda e conversão alimentar, tornando-se prontos para o abate por volta dos dois anos de idade, com cerca de 17 arrobas, em regime de pasto. Quando confinados, atingem 480 kg aos 16 meses. 

 

Novilhas - Podem ser cobertas ou inseminadas dos 14 aos 18 meses de idade, dando sua primeira cria antes até de completar dois anos de vida. 

 

Machos - Extremamente funcionais, bom ganho de peso, conformação ideal, precocidade e musculosidade, com excelente desenvolvimento da área de olho de lombo, espessura de gordura subcutânea e marmoreio, além de excepcional média das medidas de perímetro escrotal.

 

 Fêmeas - Parem com facilidade e produzem boa quantidade de leite. Destacam-se por sua longa vida produtiva, chegando a produzir mais de 10 crias durante a sua vida útil. São excelentes receptoras de TE. 

 

Santa Gertrudis: mais carne, mais qualidade! - Quem optou pelo Santa Gertrudis em cruzamento industrial sobre matrizes zebuínas sabe das vantagens alcançadas com produtos 1/2 sangue: machos pesados na desmama e fêmeas de excelente habilidade materna, podendo ser utilizadas como receptoras de TE. Outra opção é utilizar touros SG sobre fêmeas cruzadas de qualquer origem, pois o que servia apenas para o abate, agora pode ser utilizado como matriz, desmamando bezerros próximos a nove arrobas e peso superior a 17 arrobas aos dois anos de idade em regime extensivo de pasto. O cruzamento absorvente com o Santa Gertrudis é possível, pois o Santa é uma raça sintética, que fixa suas características, chegando ao 7/8 ou 15/16 na fazenda com o rebanho super adaptado, o que não é possível no gado europeu devido a sua pouca adaptação ao clima tropical. Outra vantagem do Santa Gertrudis é uma das heranças do Shorthorn, que apresenta ótima cobrtura de gordura e marmoreio, ao passo que as raças continentais e as zebuínas são mais tardias. Estas características são muito exigidas pelas redes de supermercados e casas de carnes nobre.