Confira a programação:

 

DIA 06 DE ABRIL DE 2018

AUDITÓRIO HOTEL ROBUSTI

Rua do Comércio, 370 Centro

Tietê -SP.

ÀS 14H30

Tema: Eficiência alimentar e performance, na Prova CP CRV Lagoa, e dicas de mercado atual.

Palestrante: Dr. Cesar Franzon, médico veterinário formado pela UEL (Universidade de Londrina). Gerente Executivo de Inovação e Rebanho, lidera a equipe da CRV Lagoa para desenvolvimento de serviços de genética e gerenciamento do rebanho e criar soluções rentáveis, programas de melhoramento genético para bovinos de corte. Desde 2007, esteve na Merial, onde, a partir de 2013, assumiu o cargo de gerente de Relacionamento com os Pecuaristas.

ÀS 15H30

Tema: Como a genômica pode ajudar no desenvolvimento da raça Santa Gertrudis?

Palestrante: Dr. José Fernandes Garcia, graduado na Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, Mestre em Ciências Veterinárias pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, e Doutor em Reprodução Animal pela Universidade de são Paulo. No âmbito da inovação tecnológica participou nos últimos 20 anos da fundação de três empresas de biotecnologia no Brasil, atuantes na área de genômica aplicada aos animais, plantas e humanos.

Possui vasta experiência internacional no campo da Biotecnologia mantendo rede de relacionamentos profissionais ativa através de diversas visitas técnicas, participação em congressos e atividades profissionais no exterior. Membro ativo da International Society of Animal Genetics (ISAG) e da International Embryo Transfer Society (IETS).  

                       

DIA 07 DE ABRIL 2018

Fazenda Pau D'Alho - Tietê-SP.

Durante o 34º Concurso e Leilão Novilha e Touro do Futuro.

ÁS 10H00     

Tema: Nutrição e Manejo de Pastagem                   

Palestrante: Jairo Guida, Zootecnista, formado pela Universidade Estadual Paulista - UNESP, Pesquisador da Fertilizantes Heringer

O ano de 2017 foi muito produtivo para a ABSG e para os criadores de Santa Gertrudis. Em dezembro, a raça esteve presente no XI Leilão Virtual do CP CRV Lagoa, em Sertãozinho-SP, e pelo segundo ano consecutivo foi a raça que mais ganhou peso e teve a melhor conversão alimentar, repetindo o feito do ano passado. Os animais também foram destaque no quesito precocidade, acabamento de carcaça, marmoreio e AOL (área de olho de lombro). Com isso, mostrou mais uma vez sua capacidade e qualidade, surpreendendo todos os visitantes do Centro de Performance da CRV Lagoa.

Melhores do ano

Ainda em dezembro, a ABSG aproveitou para fazer a entrega dos melhores do ranking de 2017. A premiação foi realizada em Holambra, na Fazenda Taquari, de propriedade do Sr. Henricus Becker . O grande vencedor este ano foi o criador Antônio Roberto Alves Corrêa, presidente eleito para o biênio 2018 e 2019. 

Durante o dia de campo e encerramento, foi realizada a apresentação dos animais, progênies e explicação de como é feito o manejo de Santa Gertrudis dentro da fazenda para todos os criadores que estavam presente, além do Gerente Executivo de Inovação e Reganho CRV Lagoa, César Franzon.

César pode ver de perto a progênie dos touros Gladiador e Justus, ambos contratados da CRV Lagoa e que são os grandes destaques do novo Santa Gertrudis pelo Brasil.

Colegiado de jurados

Em novembro, a Associação Brasileira de Santa Gertrudis realizou na Fazenda União do Brasil, em Buri-SP, a reunião anual do colegiado de jurados. Após discussão, foram apresentadas várias categorias de animais PO. Em fêmeas, ficou estipulado bezerras de 10 a 12 meses, novilha menor de 12 a 15 meses; novilhas a campo de 12 a 18 meses; novilhas de 18 a 24 meses; vacas jovens de 24 a 36 meses e vacas adultas com mais de 36 meses. Em machos: bezerros de 10 a 12 meses, júnior menor de 12 a 15 meses, touros de 17 a 19 meses; touros jovens e touros com mais de 36 meses.

Todos os animais foram avaliados e classificados pelos jurados presentes segundo os seguintes critérios, funcionalidade, produtividade, harmonia, equilíbrio e expressão racial.

"A reunião técnica foi altamente produtiva e muito bem assimilada por todos, que tiveram uma efetiva participação e colaboração para o sucesso dessa reunião. Certamente, todos poderão utilizar essa experiência nos futuros julgamentos oficiais da Raça Santa Gertrudis no País", explica o médico veterinário José Arnaldo Amstalden, que também é superintendente técnico da ABSG.