Maciez e marmoreio através da análise de DNA

Anderson Fernandes | ABSG
 

A Bovigen é uma industria global que realiza testes genéticos para diversas características economicamente importantes como maciez e marmoreio. O teste de marmorização esta associada ao gene da Tiroglobulina e Maciez para os genes da Calpastatina e Calpaina.

Estudo realizado pela Bovigen pôde comprovar a eficiência do Santa Gertrudis para maciez da carne produzida com 37% dos animais com uma estrela e 55% dos animais com duas estrelas, o que indica a presença dos genes para maciez. O Shorthorn (Raça predominante na formação do Santa Gertrudis) apresentou excelente resultado, onde 97% dos animais com 2 estrelas para maciez (Tabela 1).

Tabela 1: Resultados Maciez (%) para o Shorthorn, Brahman e o Santa Gertrudis

                             

O teste é baseado em dois genes que existem normalmente e que estão envolvidos no processo de maciez post mortem: Calpastatina e Calpaína.

Um dos usos mais imediatos dos testes com marcadores de DNA é a possibilidade de acesso à informação genética com respeito a características tradicionalmente difíceis ou caras de obter. A maciez é um exemplo perfeito deste uso.

Embora vários estudos tenham encontrado um efeito dos marcadores para a Calpastatina e a Calpaína de maneira independente, somente dois estudos avaliaram o efeito combinado dos dois marcadores. Um deles utilizou gado Angus e o outro, Santa Gertrudis, ambos puros. Os resultados do estudo com Santa Gertrudis está resumido na tabela abaixo: 

Tabela 2: Testes mostram que animais com 4 ESTRELAS tiveram a forca de cisalhamento reduzida em até 1.92 lbs, bem como a redução da percentagem de carne dura em até 25%) ESTRELAS tiveram a forca de cisalhamento reduzida em até 1.92 lbs, bem como a redução da percentagem de carne dura em até 25%)    

     

                            

No estudo com Santa Gertrudis, animais com 4 ESTRELAS apresentaram 3 vezes menos carnes duras quando comparados aos animais de 0, 1 e 2 ESTRELAS. Resultados como estes mostram a versatilidade do Santa Gertrudis a raça sintética formada a partir do Shorthorn com excepcional maciez e associada ao Brahman que confere ótima adaptação ao clima tropical, assim apresentando carne de qualidade atendendo as exigências do mercado.

"A tecnologia GeneSTAR oferece uma nova ferramenta que permite aos criadores de Santa Gertrudis fazer melhoramentos genéticos significativos em nossa raça. Nós, da Associação, estamos muito excitados com o rumo que estamos tomando e como nossos membros adotaram novas tecnologias, que nos ajudarão a alcançar os objetivos da nossa raça", afirma Ervin Kaatz, Vice Presidente Executivo da Associação Internacional de Criadores de Santa Gertrudis.

David Fernandez da Fazenda Alambary, já utiliza desta tecnologia em seu rebanho. Em breve enviaremos amostras de outros criatórios nacionais para analise de maciez e marmoreio. Os interessados podem entrar em contato com a Associação para maiores informações através do telefone (11) 3673-2322 ou e-mail: anderson@santagertrudis.com.br.

Fonte: www.bovigensolutions.com; GeneSTAR Tenderness the first commercial gene marker test for beef tenderness.